Novos Percursos para Campanhã

Novos Percursos para Campanhã

Novos Percursos para Campanhã

Como coletivo de artistas, educadores e ativistas, o Visões Úteis está afetiva, geográfica e politicamente empenhado com a freguesia de Campanhã, e deseja desempenhar um papel determinante como "bridge-maker" na sua comunidade local. Concebemos a iniciativa “Novos percursos para Campanhã” como forma de implementar estratégias para uma transição justa, igualitária e inclusiva, no sentido de um acesso efetivo das comunidades jovens às oportunidades na (sua) educação artística.

Deste modo, esperamos provar que as histórias de vida podem ser escritas de forma diferente, em contra-corrente, e inspirar cada vez mais jovens estudantes a arriscar esta profissão, tendo ao mesmo tempo um círculo de educadores e instituições locais para os apoiar na sua procura de formação académica especializada.

O Visões Úteis pretende reunir não só participantes jovens (alunos da freguesia), mas também participantes adultos, um conjunto de pessoas que podem ser agentes de mudança e incentivo para estes jovens: os seus professores, artistas locais, grupos sociais e associações, ou seja, os adultos que gravitam em torno das suas vidas e que podem ter um impacto positivo nas suas decisões. Esperamos ainda que a participação de adultos e das suas instituições neste empreendimento conjunto de formação venha a gerar uma consciência partilhada sobre o valor da cooperação entre parceiros artísticos, sociais e educacionais como meio de capacitação que beneficiará todas as partes envolvidas.

Ao envolver ativamente escolas e professores no processo de formação, informando-os sobre a diversidade das profissões das Artes do Espetáculo (das quais o VU é um exemplo de proximidade), e ainda através da divulgação de estratégias e oportunidades de educação artística, pretendemos iniciar uma mudança dentro da própria escola. Queremos influenciar positivamente os agentes educativos para um discurso que valorize a profissionalização artística, tornando-os assim agentes de mudança dentro da sua instituição - para que a escola possa ser um lugar de inspiração que abra estes novos caminhos, novos percursos académicos para os seus alunos, e lhes possa dar o apoio e o encorajamento de que necessitam na realização do que podem vir a ser viagens extraordinárias nas artes.

Tendo em vista a possibilidade de potenciar novos percursos de formação artística especializada, prevemos quatro workshops envolvendo artistas (Ana Luísa Azevedo, João Nunes Monteiro e Mário Moutinho), professores e alunos. "Novos Percursos para Campanhã" tem o apoio do IETM - International Network for Contemporary Performing Arts, através do projeto Local Journeys for Change: Training and grant for local action, que visa capacitar as estruturas de produção artística no sentido de representarem uma mudança positiva no seu contexto local ou campo de decisão política.