"O tempo muda, foge. Morre e volta a ser. Aperto as mãos, respiro devagar. Esqueço tudo, volto a lembrar. O resto... não pára de acontecer." "O Vento" émais do que um espectáculo, é um evento
“E é sobre este mar iluminado que a multidão se lança, cantando. Num salto de fé!” “A Comissão” reflecte de forma divertida acerca dos mecanismos de decisão política e económica em Portugal e na
“Isto é uma nova espécie de socialismo. É o socialismo para os ricos. Para os outros está tudo na mesma. Só para os bancos é que há socialismo. O resto do pessoal continua tão à rasca como dantes. E é
“E enquanto corto a cebola penso num final feliz; um final em que não morra tanta gente.” “O Anzol” é a segunda incursão do Visões Úteis na obra da dramaturga catalã Gemma Rodríguez. A peça mostra um
“E os adúlteros e as adúlteras que, neste preciso momento, levam a cabo o seu trabalho febril (...) criam uma rede na qual se apoia o resto das contradições que moldam a realidade. A mim, a todos nós
“Meu filho, porque estás tu a tremer? Pai, o Rei dos Elfos, não o estás a ver? O Rei dos Elfos de cauda e coroa? Meu filho, é só o nevoeiro que voa.” “Muna” é um projecto que parte de uma mesma
“Os dois pioneiros do comércio e do progresso passavam dias a olhar o vazio. O rio corria calmo debaixo do sol vibrante. E a toda a volta, a imensa floresta, plena de vida, estendia-se no eloquente