Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Financiamento Visões Úteis
Tudo o que queria saber sobre o financiamento da actividade do Visões Úteis
Visões Úteis

Visões Úteis

URL do Website: E-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Quinta, 29 Novembro 2012 16:42

A TURMA estreia "Gaspar" em Guimarães

Os nossos Artistas Associados do último biénio, o coletivo A Turma, estreiam amanhã em Guimarães a sua mais recente criação - "Gaspar" estará em cena no CAAA (Centro para os Assuntos da Arte e da Arquitectura) dias 30 de Novembro e 1 de Dezembro.

Bilheteira: http://guimaraes2012.bilheteiraonline.pt/Comprar/Bilhetes/9706-gaspar-caaa/

Esta será a última criação da Turma enquanto nossa associada - na próxima semana anunciaremos o Artista Associado para 2013/2014.

"Gaspar" - vídeo / trailer em baixo

Quarta, 21 Novembro 2012 17:54

PACE - Primeiro Encontro em Paris

O primeiro encontro do projeto "PACE - Performing Arts for Crisis in Europe, a new learning platform for european cohesion", do qual o Visões Úteis é parceiro, começa já daqui a dois dias.

Assim, entre 23 e 28 de novembro estaremos em Paris a convite da companhia francesa La Transplanisphère para um workshop baseado num dos métodos utilizados nos seus processos de criação - a análise e realização de entrevistas com personalidades e especialistas, com o objetivo de recolher material que alimente uma narrativa dramática, neste caso em torno da análise da crise financeira atual.
Este é o primeiro de um conjunto de encontros/sessões de trabalho promovidos pelas entidades de produção e criação artística europeias parceiras deste projeto, que decorre até julho de 2014.

O projeto "PACE" é apoiado no âmbito do Programa Setorial Grundtvig, inserido no "Programa Aprendizagem ao Longo da Vida" promovido pela União Europeia.
Nos próximos dias 22 e 23 de novembro, os chefes dos Estados membros da União Europeia vão encontrar-se para debater o orçamento da UE para os anos de 2014-2020. As suas decisões terão um enorme impacto no nosso futuro comum.

A plataforma We Are More - Act for Culture in Europe redigiu uma mensagem que será enviada aos Chefes de Governo de cada país, relembrando a importância fundamental da Cultura e das Artes entre as áreas que não devem sofrer cortes cegos, sob pena de ameaçarmos o desenvolvimento sustentável, o bem-estar e a cidadania na Europa nos próximos anos.

Pode assinar esta mensagem no site da plataforma.
 
Terça, 06 Novembro 2012 16:41

"O Vento" de volta ao Porto!

"O Vento" volta este mês ao Porto para uma curta temporada na Fábrica Social - entre os dias 12 e 16 de novembro com sessões destinadas a escolas, e no Sábado dia 17 (16h) para o público geral. O espetáculo destina-se a crianças com idades a partir dos quatro anos.

Mais do que um espetáculo para ver, "O Vento" é uma experiência para fazer: cada apresentação é antecedida por uma oficina onde as crianças (e os adultos que as acompanham) preparam com os atores um conjunto de ações performativas, que depois desempenham durante o espetáculo. Os participantes são ainda chamados a tomar decisões que definem uma direcção e um desfecho para a história. Os espetadores darão corpo e som ao vento que atormenta e ameaça destruir a vida de uma pequena comunidade.

Às apresentações para escolas e famílias, acesce uma sessão muito especial - dia 15 (5ªf) à tarde recebemos um grupo de cidadãos séniores da Universidade do Autodidata e da Terceira Idade  do Porto (UATIP) e da Junta de Freguesia de Santo Ildefonso, numa continuação das parcerias e atividades que temos desenvolvido com as duas entidades.

Local: Fábrica Social / Fundação José Rodrigues - Espaço Bruto
Rua da Fábrica Social s/n, 4000-201 Porto
Datas: 12 a 16 de novembro (2ª a 6ª) - Escolas
              17 de novembro (Sábado) às 16h - Público Geral

No início do ano o Visões Úteis participou na elaboração de um projeto europeu de intercâmbio de práticas artísticas e pedagógicas, que decorre entre Outubro de 2012 e Julho de 2014.

Denominado "PACE - Performing Arts for Crisis in Europe, a new learning platform for european cohesion", o projeto foi recentemente apoiado no âmbito do Programa Setorial Grundtvig, inserido no "Programa Aprendizagem ao Longo da Vida" promovido pela União Europeia.

"PACE" é um projeto que visa a construção de uma rede europeia de intercâmbios artísticos e pedagógicos, abordando temas políticos e geopolíticos, nomeadamente as consequências da atual crise financeira na vida dos cidadãos de diferentes países europeus.

"PACE" será desenvolvido por uma parceria de seis entidades de produção e criação artística europeias: o Visões Úteis, La Transplanisphère (Paris/França), International Theatre (Roma/Itália), Project Arts Centre (Dublin/Irlanda), Teatermaskinen (Riddarhyttan/Suécia) e Mezzanine Spectacles (Toulouse/França). Cada entidade promoverá uma sessão de debate/formação no seu país, na qual participarão elementos das outras entidades e formandos locais convidados pela entidade promotora. Serão partilhados os modos particulares de trabalho artístico na abordagem da questão da crise financeira, do ponto de vista da especificidade da situação social e política do país de origem de cada entidade.

A primeira ação acontece já este mês, com o primeiro Workshop a decorrer em Paris, promovido pela companhia La Transplanisphère.

Mais novidades em breve!

Entre 25 e 28 de outubro estivemos em Zagreb, na Croácia, para mais um encontro do IETM – International Network for the Contemporary Performing Arts. O IETM é uma rede que reúne centenas de agentes do setor das artes performativas, de todo o mundo (artistas, produtores, programadores, companhias, organismos públicos etc). A ideia é promover o trabalho em rede e a troca de informação, know how e boas práticas. O Visões Úteis é membro do IETM desde 2011.

Nos últimos anos os encontros foram dominados por temáticas associadas à crise económica, primeiro antecipando-a, depois conhecendo-a e finalmente tentando viver com ela. E parece que, pelo menos num contexto europeu, a austeridade é agora um dado adquirido pelos agentes, enfim, o território que habitamos no presente, e no qual teremos que viver durante muitos anos. Não admira assim que, neste encontro de Zagreb, as discussões tenham regressado à área da estética, nomeadamente às ideias que dão sentido à criação artística contemporânea e que condicionam o lugar que esta ocupa na sociedade. Porque será cada vez mais a partir da (re)definição dos modos de criação que se poderá encontrar uma saída de modos de produção cada vez mais antigos e ultrapassados.

Mas durante estes dias esteve também latente um sentimento de falhanço, de tempo perdido com estratégias que não conseguiram sedimentar a criação artística como um bem público nos vários contextos nacionais (e aqui estamos a falar especificamente da Europa). Por isso assistimos simultaneamente à degradação dos orçamentos nacionais para a cultura e ao aumento do respetivo orçamento europeu. Isto quer dizer que , na Europa Central, grande parte dos agentes se prepara já para redimensionar o peso das parcerias e programas europeus nos seus planos de atividade. E, se considerarmos a “dimensão europeia” obrigatoriamente associada a estes esquemas de apoio, não será difícil prever uma acréscimo das temáticas/perspetivas europeias em detrimento das nacionais.

Mas claro que de tudo isto Portugal vai ficando cada vez mais afastado, porque condenado simultaneamente ao ostracismo a que a cultura é votada pelas autoridades nacionais e a uma situação periférica que não gera mobilidade, contactos e parcerias. Uma desesperante situação pela qual também temos de assumir responsabilidades, pelo menos na medida da inércia que que nos faz ficar de braços cruzados à espera da repetição das mesmas soluções... e o pior é que algumas já não são mesmo viáveis.

Em Zagreb, e como é costume, de Portugal só estava o Visões Úteis (mentira, também estava um crítico/jornalista do jornal Público: O Tiago Bartolomeu Costa, que moderou uma das sessões). Nós gostamos do IETM, gostamos de partilhar o que sabemos e fazemos, gostamos que nos expliquem o que ainda não percebemos, gostamos que nos estendam uma pen com aquela informação que não temos e nem sabíamos que precisávamos, e gostamos de nos sentar, no fim de um trabalho, para falar de tudo o que podia ter corrido melhor. Mas sobretudo gostamos que nos perguntem quem somos e o que fazemos e que nos contem quem são e o que fazem.

No próximo mês estaremos em Paris, já no arranque de um projeto de “dimensão europeia”, com parceiros da França, Itália, Irlanda, Suécia e Grécia. Não é o primeiro e esperemos que não seja o último. O nosso “genial” Primeiro-Ministro disse que era preciso sair, mas nós só vamos ali e já voltamos.

Terça, 02 Outubro 2012 16:17

"ADÚLTEROS DESORIENTADOS" voltam a pecar!

Depois de algum tempo de discrição, os nossos "Adúlteros Desorientados" voltam este mês ao ataque! Nesta adaptação de "Cuentos de Adúlteros Desorientados", de Juan José Millás, um adúltero apanhado em flagrante confessa-se, desculpa-se e explica ao seu público como o adultério pode ser uma autêntica "vocação", cheia de encantos, perigos, devaneios e frustrações.

As apresentações deste mês começam já na próxima semana no Porto, na Cafetaria da Fábrica Social/Fundação José Rodrigues, agora com a nova identidade de O Piquenique. Seguem-se o Cine-Teatro de Benavente e o Centro Cultural de Paredes de Coura.

PORTO: Fábrica Social / Fundação José Rodrigues - Cafetaria O Piquenique
Rua da Fábrica Social s/n, 4000-201 Porto

Data: 11 de outubro (5ª)
Horário: 20h

BENAVENTE: Cine-Teatro
Praça da República, 2130-037 Benavente
Data: 12 de outubro (6ª)
Horário: 21h30

PAREDES DE COURA: Centro Cultural (Bar)
Avenida Cónego Bernardo Chousal, 4940-520 Paredes de Coura
Data: 26 de outubro (6ª)
Horário: 21h30

A partir de hoje e até ao próximo dia 30 de Novembro estão abertas as candidaturas para o nosso programa de Artistas Associados para o biénio 2013/2014. Este programa foi criado em 2009 com o intuito de apoiar novas estruturas ou criadores sediados no Porto, partilhando os recursos (espaço de ensaios, material técnico) e os conhecimentos do Visões Úteis - nomeadamente na área da produção, elaboração de projetos, pesquisa de financiamentos, contactos com programadores, etc.

Foram já Artistas Associados Visões Úteis os coletivos Erva Daninha (2009/2010) e A Turma (2011/2012)

Consulte toda a informação sobre este programa e como se candidatar na nossa secção Artistas Associados.

Domingo, 30 Setembro 2012 18:31

Candidaturas para 2013/2014

O próximo período de candidaturas para o programa de Artistas Associados Visões Úteis decorre entre 1 de Outubro e 30 de Novembro de 2012 e refere-se à Associação durante os anos de 2013 e 2014. Não existem formalidades especiais e as linhas de orientação são as seguintes:

  1. Podem candidatar-se artistas performativos, portugueses ou estrangeiros, em nome individual ou colectivo (formal ou informalmente organizados) que estejam a iniciar actividade profissional sediada na área do Grande Porto.
  2. O Visões Úteis partilhará os seus recursos de produção com o Artista Associado, apoiando-o nos mais diversos níveis da sua actividade:
    • cedência de espaço de ensaios
    • coordenação de produção, coordenação técnica e coordenação de comunicação
    • orientação da pesquisa de financiamento e da elaboração das respectivas candidaturas
    • abertura de linha de tesouraria para a produção
    • empréstimo de material técnico (luz, som e video)
    • (e se possível) envolvimento privilegiado, como formador, nas actividades do nosso Serviço Educativo

Apesar de o processo de Associação poder naturalmente gerar algum tipo de cumplicidade artística, esta não é objectivo prioritário da iniciativa, pelo que o Artista Associado conserva uma plena autonomia estética.

Para se candidatar basta contactar-nos por e-mail ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) e enviar-nos informação sobre o projeto ou entidade que pretende integrar o programa.

 

O apoio do Visões Úteis à companhia A Turma consistiu em fazer de uma associação criada por jovens recém-licenciados nas artes do espetáculo, que não sabiam como se mover neste meio, uma associação estruturada, organizada, independente, principalmente no que diz respeito a todo o trabalho de produção. O Visões Úteis abriu-nos as portas do seu espaço na Fábrica Social, sem o qual não teríamos tido possibilidade de avançar com uma nova criação, que lançou A Turma como uma estrutura de criação cultural emergente no Porto, tendo estreado no FITEI 2011.

Tiago Correia
A Turma - Artista Associado 2011/2012


Esta associação permitiu-nos uma reestruturação ao nível da organização interna da Erva Daninha, permitiu-nos uma formulação avançada dos projectos artísticos, permitiu-nos adquirir um conhecimento mais vasto do mercado profissional e por fim uma integração em circuitos e redes de programação. Acreditamos que estes apoios são imprescindíveis para a implementação e desenvolvimento de jovens criadores e companhias no mercado profissional pois existem lógicas próprias e, por vezes, pouco esclarecidas para quem está a começar.

Julieta Guimarães
Erva Daninha - Artista Associado 2009/2010

Terça, 25 Setembro 2012 14:33

"O CONTRABAIXO" no "Contrabaixo Bar"

O nosso "O Contrabaixo", a partir da obra homónima de Patrick Süskind, não podia ter encontrado um lugar mais adequado para se apresentar: o "Contrabaixo Bar" na Praia de Mira.

Espectáculo único na sua versão com músico (João Martins volta a acompanhar o ator Pedro Carreira) já no próximo Sábado, a partir das 22h30!

Local: "Contrabaixo Bar" - Rua Cidade de Viseu, nº28, 3070-801 Praia de Mira
Data: 29 de setembro (Sáb.)
Horário: 22h30

Pág. 6 de 22

O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável