Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Financiamento Mostrar artigos por etiqueta: Monstros de Vidro
Tudo o que queria saber sobre o financiamento da actividade do Visões Úteis

 

Centro de Dramaturgia Contemporânea de Coimbra

 

 

Estão disponíveis no site do Centro de Dramaturgia Contemporânea da Universidade de Coimbra os textos originais das nossas criações "Nióbio""Monstros de Vidro".

Já anteriormente disponibilizados na Galeria do nosso site, e publicados conjuntamente na edição de autor "Caderno IV", estes originais juntam-se agora à (já longa) coleção de textos para teatro de autores portugueses disponibilizada gratuitamente pelo Centro de Dramaturgia Contemporânea.

Boas leituras!

Publicado em Novidades
Segunda, 10 Dezembro 2012 23:46

Nova Edição - "Caderno IV"

O Visões Úteis conta já com mais de uma dezena de títulos publicados, entre edições de autor e parcerias com outras editoras, desde textos originais a adaptações, traduções e trabalhos de cariz mais documental ou ensaístico.

A partir de 2006, este esforço de constante documentação e partilha da nossa (intrinsecamente) efémera atividade passou a concretizar-se mais pela edição em suporte dvd e, nos últimos anos, pelo desenvolvimento da nossa Galeria virtual onde podem ser encontrados, consultados e/ou descarregados materiais de escrita, vídeo, áudio, fotografia, ilustração - fontes de inspiração ou resultados finais dos nossos processos de criação dramatúrgica.

Este ano, no entanto,voltamos à edição em papel para dar continuidade à coleção "Cadernos Visões Úteis" com um quarto volume que engloba os textos das nossas duas mais recentes criações: "Monstros de Vidro" e "Nióbio".

Este "Caderno IV" é uma edição de autor publicada pela Euedito - pode adquiri-lo através do site da Euedito e nalguns dos locais de apresentação dos nossos espetáculos. Em alternativa, pode descarregar gratuitamente os dois guiões que compõem esta edição na nossa Galeria virtual.
Publicado em Novidades
Quinta, 19 Janeiro 2012 18:35

Monstros de Vidro [Guião]

Guião da peça homónima de 2011. Um espectáculo sobre os monstros que as comunidades criam para expiar a sua culpa.

Este guião foi editado como parte do nosso livro "Caderno IV", que pode ser adquirido através da livraria online da EUEDITO.

Licença Creative Commons

"Monstros de Vidro" de Ana Vitorino e Carlos Costa está publicado ao abrigo duma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Portugal License. Descarregue, partilhe, utilize e transforme. Mas exclusivamente para fins não comerciais e creditando sempre as autorias originais. E volte a partilhar eventuais obras derivadas deste mesmo modo.

Publicado em Textos Originais
Segunda, 16 Janeiro 2012 16:28

Monstros de Vidro

"E é aqui que começamos a perguntar: se perdermos o controlo e nos espatifarmos lá em baixo, como é que estar dobrado para a frente com as mãos sobre a cabeça me vai salvar a vida? E se isto não me salva a vida, porque é que eles querem que eu me ponha nesta posição?"



Sinopse

Em 2001 o Visões Úteis co-produziu com o TNSJ o espectáculo “Orla do Bosque”. Tratava-se do último momento de um longo processo criativo, intitulado “Visíveis na Estrada Através da Orla do Bosque”, que se iniciou com o espetáculo “Estudos”, e que pelo meio passou por uma viagem de um mês pela Europa, ao encontro de diversas figuras da arte, arquitetura, cultura e política, conversando e refletindo sobre as ideias de fronteira, alteridade, espaço público e viagem. Todo o processo, e em particular o espetáculo “Orla do Bosque”, acabava por ser a reflexão de uma geração – a entrar nos 30 anos – acerca do seu papel na cidade, no espaço público. Um olhar desconfiado sobre o momento de otimismo e euforia consumista que as sociedades ocidentais atravessavam.

Em 2011 o TNSJ acolheu uma nova criação do Visões Úteis. “Monstros de Vidro” parte do desejo de falar do modo como, desde sempre, se criaram mitos e monstros para explicar e sublimar os acontecimentos traumáticos – os que acontecem devido a causas incontroláveis, mas também aqueles que resultam diretamente das nossas próprias ações enquanto indivíduos e comunidades.
Mas “Monstros de Vidro” é também um regresso ao espetáculo “Orla do Bosque”, uma década depois. Não para recriar ou atualizar esse espectáculo mas para lançar um novo olhar crítico ao nosso aqui e agora, partindo das perguntas e premissas de então. E desse olhar ninguém está a salvo.

A geração dos 30 anos está agora a chegar aos 40. Os pais começaram a morrer, os filhos passaram a ser pais. Agora conseguem reconhecer todos os pontos de vista, e sabem usar as palavras com mestria, articular os argumentos, para justificar todas as suas ações. E nunca estiveram tão perdidos nem tão assustados como hoje. Prontos para criar novos monstros... ou decidir que não.


Monstros de Vidro

40.ª criação Visões Úteis

texto e direção
Ana Vitorino, Carlos Costa

cenografia e figurinos
Inês de Carvalho

banda sonora original e sonoplastia
João Martins

desenho de luz
José Carlos Coelho

elementos gráficos e audiovisuais
entropiadesign

co-criação
Ana Azevedo, Nuno Casimiro, Pedro Carreira


interpretação
Ana Azevedo, Ana Vitorino, Carlos Costa, Pedro Carreira e ainda Inês de Carvalho; voz-off Alice Costa


música adicional: "Perfidia" (Alberto Domínguez), "Music to watch girls by" (Sid Ramin), "Crema Batida" (Al Caiola), "Viva la Vida-Instrumental" (Coldplay)


produção
Visões Úteis

duração aproximada
[1:30]

classificação etária
M/16 anos

 

"Monstros de Vidro" estreou a 25 de Novembro de 2011 no Teatro Carlos Alberto (Porto), num acolhimento do Teatro Nacional S. João. Apresentou-se de seguida em Coimbra – Teatro Académico de Gil Vicente (7 de dezembro) - e Aveiro – Estúdio Performas (10 de dezembro). Continua disponível para itinerância.

Publicado em Espectáculos

O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável