Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Equipa Direcção
Direcção

Co-Directora Artística e de Produção do Visões Úteis onde escreve, dirige e interpreta (quadro permanente).

Fundadora do Visões Úteis.

Nasceu em Setúbal em 1973.

Iniciou a sua actividade artística no CITACCírculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra — com acções de formação de Paulo Lisboa, João Grosso, e Andrejev Kowalski e posteriormente de Anatoli Vassiliev, Marcia Haufrecht e Joseph Danan, entre outros.

Fundou o Visões Úteis em 1994 tendo começado por desenvolver trabalho de actor com encenadores como António Feio, João Paulo Seara Cardoso, José Wallenstein e Diogo Dória. A partir de 1999 alargou a sua actividade, sempre no Visões Úteis, a áreas diversas como a tradução, investigação, encenação e dramaturgia. Destaca-se a sua participação numa multiplicidade de processos de criação dramatúrgica original tanto em teatro como em projectos transdisciplinares e de arte comunitária. Desde 2009 é também responsável pelo desenvolvimento do Serviço Educativo do Visões Úteis procurando integrar os processos criativos contemporâneos nas comunidades envolventes e reforçando o papel da arte como factor de inclusão, desenvolvimento sustentado, participação política e qualidade de vida.

Entre 2010 e 2014 foi membro dos órgãos sociais da PLATEIA – Associação de Profissionais das Artes Cénicas.

É licenciada em Psicologia – Área Clínica pela Universidade de Coimbra e em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Portugueses e Alemães pela Universidade Aberta.

Co-Director Artístico e de Produção do Visões Úteis onde escreve, dirige e interpreta (quadro permanente).

Fundador do Visões Úteis.

Nasceu no Porto em 1969.

Iniciou a sua actividade artística no CITAC – Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra — com acções de formação de Paulo Lisboa, João Grosso, e Andrejev Kowalski e posteriormente de Anatoli Vassiliev, Marcia Haufrecht e Abraxa Teatro, entre outros.

Fundou o Visões Úteis em 1994 tendo começado por desenvolver trabalho de actor com encenadores como Nuno Cardoso, António Feio, João Paulo Seara Cardoso, Carlos Curto, José Wallenstein, Diogo Dória e Paulo Lisboa.

A partir de 1999 alargou a sua actividade, sempre no Visões Úteis, a áreas diversas como a investigação, tradução, dramaturgia e encenação. Destaca-se a sua participação numa multiplicidade de processos de criação dramatúrgica original tanto em teatro como em projectos de performance na paisagem.

A partir de 2006 inicia a coordenação da participação portuguesa em diversas programas europeus. Desde 2009 é também responsável pelo desenvolvimento do Serviço Educativo do Visões Úteis procurando integrar os processos criativos contemporâneos nas comunidades envolventes e reforçando o papel da arte como factor de inclusão, desenvolvimento sustentado, participação política e qualidade de vida, nomeadamente através de projetos de performance em comunidade.

É membro da direção da PLATEIA – Associação de Profissionais das Artes Cénicas, membro da Direção Consultiva da GDA - Direitos dos Artistas, membro do Conselho de Curadores da Fundação GDA e participante ativo no IETM – International Network for the Contemporary Performing Arts, onde integrou o Advisory Board, entre 2013 e 2016.

Desde 2016, é Professor Auxiliar Convidado da Universidade de Coimbra, responsável pelas disciplinas de História do Teatro e do Espetáculo II e Dramaturgia e Escrita Teatral, respetivamente na licenciatura e mestrado em Estudos Artísticos. Entre 2005 e 2013, foi professor de Dramaturgia na Academia Contemporânea do Espectáculo, no Porto.

Frequentou a licenciatura em História na Universidade Aberta, é Licenciado em Direito e pós-graduado em Estudos Europeus pela Universidade de Coimbra e Mestre em Texto Dramático pela Universidade do Porto, tendo defendido dissertação na área dos Estudos de Teatro, mais precisamente das Escritas de Cena.

Doutor em Estudos Teatrais e Performativos, pela Universidade de Coimbra, tendo defendido tese na área dos Estudos da Performance, mais precisamente da Estética e Política da Participação.

Músico, sonoplasta e designer (web, gráfico e multimédia).

Colabora com o Visões Úteis desde 1999.

Nasceu em Vila Nova de Gaia, em 1977.

Recebeu treino formal como saxofonista no Conservatório de Música de Aveiro e complementou a sua formação com a frequência de workshops e master classes nas áreas do Jazz, da Improvisação, da Composição e da Interpretação de Música Contemporânea e da Animação.

Desde 1997 que se dedica à improvisação livre, à composição e à criação de instrumentos, integrando diversos projectos: ohmalone, Klank Ensemble, Red Albinos, Lost Gorbachevs, F.R.I.C.S. e Space Ensemble.

Paralelamente à actividade de músico, desenvolve a actividade de designer, formador e consultor nas áreas das tecnologias de informação.

Frequentou a licenciatura em Arquitectura da Universidade do Porto e a licenciatura em Design da Universidade de Aveiro.

Colabora regularmente com o Visões Úteis desde 1998, quer através da criação de bandas sonoras para espectáculos de teatro e da concepção sonora dos audiowalks, quer através da concepção e produção da presença on-line da companhia e da criação de outros elementos multimédia.

blog: joaomartins.entropiadesign.org


O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Sonoscopia - Associação Cultural e Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável