Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Criações Mostrar artigos por etiqueta: Orla do Bosque
Mostrar artigos por etiqueta: Orla do Bosque
Segunda, 08 Novembro 2010 11:58

Orla do Bosque [Guião]

Guião da peça homónima, de 2001, inspirado por uma viagem de um mês pela Europa.

Licença Creative Commons

"Orla do Bosque", de Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira está publicado ao abrigo duma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Portugal License.

Descarregue, partilhe, utilize e transforme. Mas exclusivamente para fins não comerciais e creditando sempre as autorias originais. E volte a partilhar eventuais obras derivadas deste mesmo modo.

Publicado em Textos Originais
Sexta, 23 Julho 2010 15:12

Orla do Bosque [site]

O projecto Visíveis na Estrada Através da Orla do Bosque, que deu origem aos espectáculo Estudos e Orla do Bosque, foi documentado num site autónomo, criado à semelhança dum blog, para acompanhar a viagem que deu origem ao projecto. Estávamos em 2001 e a própria ideia de usar um site para documentar um projecto artístico e actualizá-lo diariamente, em viagem pela Europa, processo que agora parece trivial, era, na altura, um grande desafio.

Neste site, encontra uma secção exclusivamente dedicada a textos escritos em viagem: Alfabeto, crónicas e "polaroids" por Nuno Casimiro.

visite o site Visíveis na Estrada Através da Orla do Bosque

Publicado em Galeria
Segunda, 21 Junho 2010 15:23

Orla do Bosque

“Olha para mim. Tenho os olhos castanhos.”

Última parte do projecto “Visíveis na Estrada através da Orla do Bosque”. Depois de viajar pela Europa à procura das fronteiras que nos definem ou nos aniquilam , fica a ideia de que os muros se erguem, sem que saibamos como, exactamente onde nos prometem o fim de todas as fronteiras. E a certeza redobrada que se perdermos o nosso local não seremos nunca universais. Mas sorrimos.
E de sorriso aberto contra o grande momento que nos prometem e chamando a Mentira pelo nome, desligamos o televisor e entoamos uma cantiga parva que se esconde na memória.

Co-produção com o Teatro Nacional São João e Auditório Nacional Carlos Alberto no âmbito do PONTI e integrada na Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura.
Estreou a 6 de Outubro de 2001 no Teatro do Campo Alegre no Porto. Além do Porto, foi apresentada em Aveiro, Bragança e Coimbra num total de 19 apresentações.

concepção, dramaturgia e direcção
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira

texto
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins, Nuno Casimiro e Pedro Carreira

cenografia, figurinos e adereços
Paulo Soares

banda sonora original e sonoplastia
João Martins

música adicional
Manu Chao, Jorge Palma, Costas Bravakis e Michael Palin

desenho de luz
José Carlos Coelho

construção e montagem cenográfica
José Maria Calisto, Albano Martins, José Patacão, Alexandre Mota

assistência de iluminação
Natércia Lopes

design gráfico
Vitor Azevedo/DeC

operação de luz
Natércia Lopes/António Pedro Soares

operação de som
João Martins

interpretação
Ana Azevedo, Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira

produção executiva
Ágata Marques Fino

Publicado em Espectáculos

O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável