Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home

Diziam que do Outro Lado Havia um Caminho que Cortava o Tempo da Demanda em Dois Destacado

Diziam_4



“Diziam que do Outro Lado Havia um Caminho que Cortava o Tempo da Demanda em Dois”
… é o título absurdamente comprido - mas absolutamente deliberado – de um espetáculo assente num particular processo de investigação e criação.

Ao longo de todo o ano de 2019, Ana Vitorino, Carlos Costa e João Martins embarcaram em três demandas muito pessoais que os levaram (respetivamente) a um exercício de memorização e recolha dos nomes e curiosidades de todos os países do mundo, à aprendizagem do surf e ao risco do investimento numa empresa de energia ondomotriz, ao resgatar da prática do desenho e substituição do tempo de ecrã pelo tempo da observação e do registo.

O mote para a partida: conceber um espetáculo sobre confronto e superação, sobre tudo o que se ilumina quando damos tempo suficiente ao tempo, sobre os padrões que emergem quando laboriosamente repetimos os pequenos gestos de uma tarefa, acreditando que o processo revelará o sentido do resultado.

Ao longo das suas viagens – ou não fossem elas demandas –, os três artistas perderam o rasto uns dos outros, chegaram quase a esquecer que procuravam algo comum. No regresso, perceberam que o sentido do desafio tinha sido, afinal, outro: um confronto pessoal com o que os perturba no passado, com o que os desafia no presente, com o que os assusta no futuro. E a redescoberta do sentido de estar e criar juntos, que o tempo histérico do quotidiano tantas vezes parece diluir.

A partir dos despojos acumulados nas suas demandas individuais, desenharam uma criação que fala das perturbações, desafios e medos que são, afinal, de todos.

 

Direção e Texto: Ana Vitorino, Carlos Costa, João Martins Cenografia e Figurinos Inês de Carvalho, Desenho de Luz Pedro Correia, Banda Sonora Original Kaffe Matthews (com Sonoplastia de João Martins), Vídeo Nuno Barbosa,  A Caixa José A. Nunes Interpretação: Ana Vitorino, Carlos Costa, João Martins, Maria Manada Coordenação de Produção Amarílis Felizes Produção Visões Úteis Coprodução: Teatro Nacional S. João, Teatro Municipal de Vila Real Apoio Anjos Urbanos

Estreia Absoluta: 24 de outubro de 2020 / AGORA Theater "Jubiläumsfest" / St. Vith (Bélgica) Cancelado na sequência das medidas de contenção do Covid 19

Estreia Nacional: 6 de novembro 2020 / Teatro Municipal de Vila Real

Estreia no Porto
: 27 de janeiro 2021 / Teatro Carlos Alberto

Mais Informação

  • Ano de estreia: 2020
  • Available for Touring: Sim
Última modificação em Terça, 27 Outubro 2020 00:37
Mais nesta categoria: « Little B

O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável