Pedro Maia

(Vila do Conde, 1983)

Colabora com o Visões Úteis desde 2005.

Licenciado em Tecnologias da Comunicação Audiovisual pelo Instituto Politécnico do Porto. Trabalha principalmente em torno do conceito de ‘Analogue Cinema’, explorando a potencialidade do próprio meio, expandindo a estética e “herança” técnica do trabalho em película de 16mm e 8mm.

Os seus filmes têm sido apresentados em vários festivais de cinema e galerias, como Tokyo Contemporary Art Museum, Armenian Center for Contemporary Experimental Art, MACBA Barcelona, Edinburgh International Film Festival, Galeria Solar, Curtas Vila do Conde, Indie Lisboa, entre outros.

Desde 2004, explora o conceito de “Live Cinema”, manipulação de imagens em tempo real e a sua relação com o som e música, trabalhando com músicos de renome como Panda Bear, Lee Ranaldo, Fennesz, Vessel, Craig Leon, Demdike Stare, Shackleton, Jacaszek, Tropic of Cancer, Porto Remix Exemble; e apresentando essas colaborações em importantes festivais (Sonar, Unsound, Berlin Atonal, All Tomorrow’s Party, Mutek, Dekmantel, TaicoClub Japan, Red Bull Music Academy) assim como em instituições de renome (Museu de Serralves, Casa da Música, CA2M Centro de Arte Dos de Mayo, Eye Film Museum, Caixa Forum, entre outros).

Última modificação em Domingo, 17 Dezembro 2017 22:33
voltar ao início