<
visões úteis >> orla do bosque >> a viagem | alfabeto | na estrada | sons da orla | notícias | imagens [ feedback ]
[ sons da orla ] por João Martins

[ projecto de intenções ]

A minha participação neste projecto do Visões Úteis tinha como pressuposto o desenvolvimento dum trabalho de investigação sobre o som das línguas europeias; a sua importância na definição das paisagens sonoras, a relação entre o som e a estrutura da língua (e do pensamento), as suas capacidades expressivas específicas...
Pretendia-se, através da recolha sistemática de ambientes sonoros ricos no uso da língua, por um lado, aprofundar o conhecimento musical/sonoro dos diversos idiomas e, por outro, constituir um arquivo que permitisse, a posteriori, a análise, manipulação e composição musicais, com base nas riquezas do contraste óbvio e da surpreendente semelhança.

Um dos motes era a ideia de Lopes Graça segundo a qual um coro de crianças tinha maior potencial para o que é diferente por não ter os ouvidos "viciados" numa cultura musical específica.
A extrapolação desta abertura de possibilidades musicais da criança para o campo mais restrito da língua, aliciou-me a explorar o universo sonoro infantil procurando compreender os mecanismos de aprendizagem da língua e a base sonora dos jogos, cantigas e cantilenas que fazem parte desse processo. Seria possível descobrir, assim, os sons que, geneticamente, são comuns a todo o ser humano e compreender os processos pelos quais o nosso universo sonoro vai sendo moldado através da língua materna.

No extremo oposto interessava escutar a língua como é falada pelos velhos; explorar as sonoridades características, os vícios de linguagem, as pronúncias... o uso experiente do idioma, não no sentido erudito ou académico, mas no sentido prático. Acompanhar o percurso divergente que nos leva de uma base sonora abstracta e comum (na infância) a um manejar característico e diferenciado da língua, nas suas diversidades e contrastes.

A concretização destes objectivos passaria pela recolha de ambientes sonoros em alguns espaços distintos e bem caracterizados: escolas, jardins de infância e parques infantis, mercados, praças e cafés. Esses ambientes formariam a matéria prima a partir da qual se previa a realização de:

  1. uma instalação documental,
    com a apresentação do material recolhido, dos pressupostos da investigação, os seus procedimentos e conclusões
  2. uma obra musical,
    explorando a questão "que som teria uma língua europeia?"

--
Serão acrescentadas informações sobre o desenvolvimento do projecto, assim como um conjunto de notas e comentários a propósito.

[ sons da orla ] por João Martins
visões úteis >> orla do bosque >> a viagem | alfabeto | na estrada | sons da orla | notícias | imagens [ feedback ]