Visões Úteis

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Works
Works

Works

Since 1994, Visões Úteis has produced more than 30 theatre plays and has also created for other media, namely audiowalks, that are presented here as works of Landscape Art.

 

"Teoria 5S" / Foto: Visões Úteis

 

"É simples: Se isto fosse explodir tudo e tivesses um minuto para agarrar qualquer coisa para salvar, o que é que salvavas?"

 

A conservação das memórias através de um arquivo morto (ou de objetos do passado) é algo que nos prende a um tempo onde já não podemos existir nem atuar. Não será, assim, o ato da destruição desse arquivo uma libertação necessária para podermos pertencer verdadeiramente ao presente e nos projetarmos no futuro, para nos podermos mover, seguir caminho? Por outro lado, sem esse espólio seremos nós ainda alguma coisa? Não será a única forma de identificação de uma pessoa a materialização daquilo que fez e experienciou no passado?

“Teoria 5S”, coprodução entre o Visões Úteis e o Teatro Municipal do Porto, é a primeira de duas criações originais – a que se seguirá “Velocidade de Escape”, coprodução com o Teatro Nacional S. João em março de 2018 – dedicadas a esse confronto com o nosso lastro físico, e à eventual (ilusória?)  libertação que a sua destruição ou redução minimalista nos poderá trazer. 

O espetáculo, que reflete com humor sobre uma certa ansiedade reducionista (ou mesmo minimalista) dos nossos tempos, inspira-se no confronto com o arquivo que o Visões Úteis criou ao longo de mais de duas décadas, e é marcado pelo reencontro com dois atores que ocupam um lugar muito especial nesse arquivo – e na própria história do teatro do Porto -, Jorge Paupério e Óscar Branco.

Em “Teoria 5S”, um grupo de pessoas mergulha no seu arquivo comum, forçando-o aos ensinamentos e regras trazidos por uma especialista em metodologias de arrumação, organização e eficácia. Um caminho de redução material que tenta criar espaço para um futuro mais promissor, mas que vai afinal mostrar-se cheio de paradoxos, expondo fragilidades individuais e fraturas dentro do próprio grupo. Se calhar alguns de nós não cabem no futuro…?


"Teoria 5S" - Estreia Absoluta
Teatro Municipal do Porto / Rivoli - Auditório Isabel Alves Costa

24 de novembro (sexta): 21h30  
25 de novembro (sábado): 19h

No dia 24 de novembro haverá lugar a uma conversa pós-espetáculo com a equipa artística do Visões Úteis e Fernando Matos de Oliveira,

diretor do Teatro Académico Gil Vicente e docente na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.


Bilhetes: 5€ - Bilheteira online

Duração: 75 minutos
Maiores de 12 anos


Direção e Texto Ana Vitorino, Carlos Costa, João Martins Cenografia e Figurinos Inês de Carvalho Desenho de Luz Pedro Correia Banda sonora original e Sonoplastia João Martins Vídeo Nuno Barbosa Cocriação Ana Azevedo, Jorge Paupério, Óscar Branco Interpretação Ana Azevedo, Ana Vitorino, Carlos Costa, Jorge Paupério, Óscar Branco Produção Executiva Teresa Camarinha Coordenação de Montagem: Zé Diogo Cunha Apoio Adão OculistaAnjos Urbanos

Last modified on Monday, 20 November 2017 00:42

"Romance da Última Cruzada" / Foto: Visões Úteis

 

 

“Romance of the Last Crusade” is the second original creation of Visões Úteis in 2016, a year we dedicate to the theme "Biographies". Inspired by the ways of representing war experiences, the show reflects on how the representation of biographies shapes the very construction of our memory and identity. 

Romance of the Last Crusade is an original creation by Ana Vitorino and Carlos Costa and a coproduction between Visões Úteis / Teatro Académico de Gil Vicente / Teatro Municipal de Vila Real.

It opens on november 16th at Teatro Académico de Gil Vicente in Coimbra; until the end of the year it will also be shown from the 17th to the 20th november at Armazém 22 in Vila Nova de Gaia, and on the 9th of december at Casa da Cultura in Setúbal.

Related Video

Last modified on Tuesday, 15 August 2017 22:29

"Yuck Factor" Imagem: Visões Úteis



"Nowadays, everything happens very fast. We get attached to each other very quickly."

 

This month our new original creation opens in Porto: "Yuck Factor" proposes a menu of food and disgust, and questions the very notion of European identity.

In"Yuck Factor" we follow the work of a very particular team, as it prepares and takes on an event, suitable for guests of different nationalities.

An opportunity to clarify and share the regulations and procedures which are crucial to the success of any meeting. But also an opportunity to reflect on today's Europe, the frail construction of our common identity and the dangers of growing intolerances. 


PORTO: Teatro Carlos Alberto
Date: de 25 to 29 november 

OVAR: Centro de Arte
Date: 12 december

texto e direção Ana Vitorino, Carlos Costa cenografia e figurinos Inês de Carvalho banda sonora original e sonoplastia João Martins com voz de Rita Camões desenho de luz José Carlos Gomes coordenação de produção Marina Freitas interpretação Ainhoa Hevia Uria, Ana Vitorino, Carlos Costa, Cristóvão Carvalheiro coprodução Visões Úteis, Centro de Arte de Ovar acolhimento Teatro Nacional São João

Last modified on Tuesday, 10 January 2017 15:07

"trans/mission" - Design:João Martins, Photo:Paulo Pimenta

Design: João Martins Photo: Paulo Pimenta

 
"Time after Time, Messiah after Messiah, sometimes with our noses held up high, sometimes with our heads hanging low. But always in a flock. We just keep going, don’t we?"


In "trans/mission" a musician and a playwright share with the audience their work process in the creation of an Opera, which they hope will be revolutionary. A work that deals with the struggle and hardships of trying to organize and mobilize any sort of collective - be it an artistic team, a community or a whole population... of which the Portuguese is a specially good example.

However, throughout this public presentation, the divisions between the two artists become evident, as they engage in an open conflict that threatens to ruin the whole project!

“trans/mission” is a hybrid show, mixing theatre and music, in which the artistic collaborative process is used as the mirror of a national identity that seems incapable to mobilize and to inscribe itself historically. The play uses humor to explore the tension between thinking and acting, and our apparent incapacity to move on from accurate diagnostics to concrete change.

"trans/mission" is a coproduction between Visões Úteis and the Municipal Theatre of Porto and it included, in it's creation process, a group of special partnerships and collaborations in Music (NEFUP, Sonoscopia, Porta-Jazz, Ensemble Super Moderne), Photography (Paulo Pimenta and guest photographers invited by Mira Forum) and Sociology (Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto).

The play opened on the 21st of May 2015 in Porto, and is currently available for touring, both in Portuguese and in English.


Related Video

Last modified on Sunday, 05 November 2017 00:48
  • «
  •  Start 
  •  Prev 
  •  1 
  •  2 
  •  3 
  •  4 
  •  5 
  •  6 
  •  7 
  •  8 
  •  9 
  •  10 
  •  Next 
  •  End 
  • »
Page 1 of 14

Latest


Visões Úteis is funded by

Secretário de Estado da CulturaDirectorate-General for the Arts (DGARTES)

Visões Úteis is a member of

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes CénicasIETM - International Network for Contemporary Performing ArtsAnna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Sonoscopia - Associação Cultural e Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável