Visões Úteis

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home News Visões Úteis em 2021!
Thursday, 07 January 2021 22:34

Visões Úteis em 2021!

Written by  Visões Úteis
Rate this item
(0 votes)

 

Depois de todos os desafios de 2020, este será (esperamos) um ano atarefado, em que às atividades já planeadas se soma a realização de muitas das que foram adiadas pela pandemia!

A primeira metade do nosso novo ano será dedicada a três trabalhos que nos aproximam de diferentes territórios e que implicam um particular envolvimento de comunidades locais:

Previsto para o primeiro semestre de 2020, e adiado na sequência da pandemia, o projeto Demo Cimeira”, com direção de Carlos Costa e Jorge Palinhos e a colaboração de Cristina Planas Leitão e Sofia Ponte, terá lugar nos próximos meses de junho e julho. “Demo Cimeira” proporá um conjunto de encontros onde comunidades e os seus representantes políticos (ao nível local, nacional e europeu) se enfrentarão em jogos de tabuleiro.

Como nova criação deste primeiro semestre de 2021 teremos “Raia”, projeto dirigido por Ana Vitorino em cocriação com Inês de Carvalho, e que nos levará a territórios raianos a Norte para pesquisar e refletir sobre a fronteira enquanto, simultaneamente, linha divisória e espessura habitada. Este trabalho será ainda a base para a nossa participação, no início de julho, no evento português do projeto europeu “Moving Borders / ARK”, de que o Teatro Municipal do Porto é o parceiro nacional.

E, entre os meses de abril e junho, participaremos ainda no Aldear, projeto cultural em rede com direção artística de Luís Ferreira, envolvendo populações de 11 aldeias da região do Tâmega e Sousa, e visando o desenvolvimento de competências sociais e humanas a partir do trabalho artístico. A nossa participação no Aldear terá direção de João Martins.

No segundo semestre voltamos às criações para palco com a estreia do espetáculo “Versão Beta”, com texto, direção e interpretação de Carlos Costa, que aqui se lança numa exploração eminentemente autobiográfica em torno das tensões entre passado, presente e futuro. “Versão Beta” chega em outubro próximo a Coimbra (TAGV) e ao Porto (Espaço Maus Hábitos).

De regresso aos palcos nacionais estão as nossas duas mais recentes criações originais, começando já em janeiro com “Diziam que do outro lado havia um caminho que cortava o tempo da demanda em dois” que se apresenta no Teatro Carlos Alberto no Porto entre os dias 27 e 31. Em seguida será a vez de “Little B” com apresentações em Sever do Vouga (fevereiro), em Vila Real e em Gaia (março).

No plano internacional planeamos para outubro a realização na Bélgica da apresentação (que deveria ter sido a estreia absoluta) de “Diziam que do outro lado…”, no festival Internationales TheaterFest da companhia AGORA Theater - cancelado em 2020, devido às consequências da pandemia naquele país.

Também interrompidas pela pandemia e adiadas para este ano foram as nossas Oficinas Criativas para Crianças e Jovens com Perturbações do Espectro do Autismo em parceria com a APPDA – Norte. A data do (re)arranque desta atividade ficará dependente da evolução da situação pandémica nos próximos meses.

O Programa Cultura em Expansão da Câmara Municipal do Porto regressa a partir de maio e, pelo terceiro ano consecutivo, seremos parceiros para a freguesia de Campanhã. Já não apenas como mediadores entre os espetáculos apresentados e as comunidades locais, mas como responsáveis pela programação – apostando em projetos de maior proximidade e que criem pontes com essas comunidades.

A nossa atividade de Edição incluirá a publicação em livro dos textos originais de “Little B” e “Diziam que do outro lado…” pela Companhia das Ilhas, mas também a publicação digital de vídeos que documentam trabalhos na paisagem e com comunidades – “Validade”, “Raia”, “Demo Cimeira” – e de trabalhos de investigação em torno de projetos como “Validade” e as Oficinas Criativas com Jovens Autistas.

Como atividades regulares ao longo do ano, prosseguimos as Aulas de Teatro dirigidas por Ana Azevedo, a realização de ações de formação específicas em Campanhã, e a nossa participação nas associações e redes a que pertencemos – PlateiaIETMFundação Anna Lindh e, a partir deste ano, Edgeryders.

Outras novidades incluem o lançamento do nosso novo site, que está quase, quase a postos para fazer a sua “estreia”, e uma reformulação da nossa equipa fixa - com Alice Prata a assumir a Coordenação de Produção e Pedro MonteiroProdução Executiva e o Secretariado, já a partir deste mês.

E, claro, temos novos Artistas Associados que acompanharemos no biénio de 2021/2022 e que já aqui apresentámos!

Last modified on Friday, 08 January 2021 16:45

Latest


Facebook


Visões Úteis is funded by

Secretário de Estado da CulturaDirectorate-General for the Arts (DGARTES)

Visões Úteis is a member of

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes CénicasIETM - International Network for Contemporary Performing ArtsAnna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável